FEMEH

o que é a femeh

Sigla para Federação do Movimento Estudantil de História. Fruto da rearticulação do movimento estudantil, no contexto da reabertura política do país, especialmente a partir dos ENEH’s (Encontro Nacional de Estudantes de História) ocorridos na década de 80, é um instrumento de organização dos estudantes de história.

É também a FEMEH que organiza o ENEH, que acontece todos os anos, bem como os EREH’s (Encontro Regional de Estudantes de História) e os encontros estaduais de estudantes de História.

por que participar da femeh

A FEMEH é uma grande ferramenta para interação entre movimentos estudantis e entre movimento estudantil e a sociedade. A partir das atividades,e  encontros, trocamos experiências e planejamos ações conjuntas com outros estudantes, coletivos, centros e diretórios acadêmicos de história do Brasil. O acúmulo de debates e experiências não fica assim restrito a uma universidade, mas se espalha e se soma às experiências de outras universidades. A partir da FEMEH, fazemos também contatos com outras organizações estudantis, como centros e diretórios acadêmicos de outros cursos, sejam da mesma universidade ou cidade que nossa ou não, bem como entidades estudantis nacionais. A partir da FEMEH, por fim, fazemos contatos com outros movimentos sociais populares, sindicatos, associações e sociedade em geral. Essas articulações nos permitem fazer mobilizações conjuntas, de maior impacto quantitativo e qualitativo.

Toda essa mobilização abre um leque amplo de possibilidades. Os principais debates da FEMEH hoje vão desde pautas especificas do movimento estudantil de história, como sobre a regulamentação do ofício de historiador, passando pelo debate em torno defesa de uma educação básica e de ensino superior voltada aos interesses da classe trabalhadora, às pautas mais gerais como a abertura dos arquivos da ditadura e a não criminalização dos movimentos sociais populares.

como funciona

As instâncias de deliberação da FEMEH, ou seja, orgãos de discussão e decisão da FEMEH, são as Plenárias dos encontros e reuniões com representantes dos centros e diretórios acadêmicos. A nível nacional, temos a Plenária Geral do ENEH, orgão máximo de decisão da FEMEH, e o CONEHI, Conselho Nacional de Entidades de História, que acontece cerca de três vezes ao ano. Neste espaços são designadas três entidades de história para comporem a Coordenação Nacional. Isso se repete a nivel regional, englobando vários estados contíguos, de acordo com a realidade de cada região: plenárias dos EREH’s, COREHI’s (Conselho Regional de Estudantes de História) e uma entidade para a Coordenação Regional.

Fazem parte hoje da Coordenação Nacional os Centos Acadêmicos da UECE, da UFPR e da UNEB Campus V. O Estado de São Paulo tem como referência a Coordenação Regional Sudeste I, que é composta pelo Cahis Unifesp.

o eneh

Nota de Cancelamento do XXI ENEH, Em Florianópolis-SC

Nota da Coordenação Nacional do Cancelamento do Encontro

Nota da Femeh-SP sobre o Cancelamento do Encontro

Nota do Centro Acadêmico de História da UECE – Caldeirão

Nota do Diretório Acadêmico Livre de Historia de Sergipe

*  *  *

Acesse também:

A cartilha da FEMEH feita pelo Ranato Mota, que construiu a Federação nos anos 90 e hoje é professor da UFRPE 

Vídeo do ENEH 2020, em Fortaleza-CE

Entrevista com Renato Mota, feita por seus alunos de Pernambuco. 

FEMEH: http://femehnacional.wordpress.com

 
 


Clique aqui para cadastrar-se femehnacional

Clique aqui para cadastrar-se femehnacional

Grupos do Google
FEMEH-SE
Visitar este grupo
Grupos do Google
FEMEH-SP
Visitar este grupo
Anúncios