Seguiremos construindo a FEMEH!

Fonte: Blog da FEMEH
10 de outubro de 2012

Desde sua fundação, há vinte e cincos anos, a Federação do Movimento Estudantil de História (FEMEH) congrega, nacionalmente, estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos, constituindo-se um espaço importante de organização. O intercâmbio de informações, promovido pelos Encontros, Seminários, Atos e atividades, entre as diferentes realidades do curso de história, permite que nossos debates sejam ricos e aumenta a nossa capacidade de mobilização. A FEMEH, além de reunir CAs e DAs, tem o papel de tocar as políticas e bandeiras que são debatidas e defendidas pelos estudantes. Ajuda também, a criar novos centros e diretórios acadêmicos e fortalecer os antigos. A Federação tem ainda Coordenação Nacional, Coordenações Regionais e Secretarias Estaduais, eleitas nas Plenárias Finais dos Encontros.

O ME de história vem adotando uma postura insensata com a FEMEH, deixando que poucas escolas assumam o papel de organizar e manter a Federação. Todos nós precisamos ter em mente que construir a Federação não é apenas papel da CN, é de todos que vislumbram o movimento estudantil como um dos instrumentos de pressão social. Todos os CA’s e DA’s devem garantir a representatividade da FEMEH nas Universidades e Faculdades brasileiras, e que os debates da Federação não ocorram apenas nos encontros nacionais e regionais.

Para dar continuidade às bandeiras da nossa Federação, no ENEH de 2012, ocorrido em Guarulhos – SP, nós da UFBA (Universidade Federal da Bahia), da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo) e da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) anunciamos candidatura para ser CN nos próximos dois anos. Democraticamente, na plenária final do Encontro, fomos eleitos.

Com o quadro firmado no ENEH de 2012, nós das três escolas, acabamos por assumir mais uma responsabilidade de grande relevância, pois assim continuaremos a tocar as pautas da nossa federação, como a Abertura dos Arquivos da Ditadura, e a luta pela memória e justiça do período; a indissociabilidade do Bacharelado e Licenciatura; Regulamentação do Ofício do Historiador; e acumularemos algumas discussões que ainda são pouco aprofundadas, como a Reestruturação do Currículo, a Extensão Universitária e sobre como o uso de drogas é encarado na nossa legislação – lembrando que o uso de psicoativos tem se mostrado recorrente nos Encontros, e que o ENEH desse ano aprovou, em plenária final, a criação do GT de drogas.

Nós, estudantes de história organizados na FEMEH, temos a tarefa de discutir e de construir o curso e o projeto de universidade que queremos! Uma Universidade heterogênea, crítica e com diálogo real com a sociedade. Uma Universidade que esteja a serviço do povo! Vamos militar juntos para que o Movimento Estudantil de História tenham cada vez mais expressão na sociedade.

Tod@s estão convidados a construir a FEMEH conosco!

Coordenação Nacional da Federação do Movimento Estudantil de História (CN-FEMEH)
Centros acadêmicos de História da UFBA, UNIFESP e UFRGS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s