Carta à CCH sobre o oferecimento da disciplina em História da Ásia

———- Mensagem encaminhada ———-
De: Rodrigo Cesar
Data: 29 de janeiro de 2011 16:36
Assunto: sobre a superlotação
Para: cch-unifesp@googlegroups.com 

 

Prezadas e prezados,
antes de tudo, desejo que 2011 seja um ano proveitoso e frutífero para a construção da Unifesp pública, gratuita, de qualidade, democrática e socialmente referenciada.
Os primeiros sinais, porém, não são dos mais animadores.
Lembro que mencionei em reunião da Comissão Curricular de História – CCH, na qual se discutiam as alterações na matriz curricular, que a disciplina História da Ásia sofreria com a superlotação decorrente da disponibilização da referida UC a estudantes do 3º e 7º termos . Mesmo que não tenha sido ignorado na ocasião, o problema foi minimizado.
Hoje, vemos o resultado previsível daquela escolha. A superlotação é danosa ao ensino e ela foi uma opção consciente da maioria da CCH. Estou preocupado com as condições de aprendizagem dos discientes e com as condições de trabalho da docente da disciplina.
Estamos passando por um processo de expansão no ensino superior público brasileiro que merece todo o seu mérito. Contudo, seus problemas de financiamento, planejamento e execução demonstram o outro lado desta moeda, que é uma só. Lado este, aliás, que tem se demonstrado concretamente presente no cotidiano dos três segmentos da comunidade universitária. Estudantes, docentes e técnicos administrativos vem apresentando suas reivindicações visando sanar estas contradições.
Cabe a nós, membros da CCH, trabalhar para que este processo de expansão não se desdobre em maior queda da qualidade.
As mudanças que a CCH procedeu na grade curricular tiveram um sentido geral positivo para a formação acadêmica e profissional. Entretanto, considero que foi equivocada a decisão de reunir dois termos em uma única sala de aula. Esta precipitação poderia ter sido evitada, na época, com base em uma discussão mais detalhada das alternativas possíveis. A maioria optou por outro caminho.
De minha parte e do CAHIS, estaremos sempre dispostos a contribuir para que a CCH intervenha no sentido de superar nossas contingências e fazer da universidade pública um patrimônio democrático com a qualidade que todos merecemos.
Um abraço,

Rodrigo Cesar
Estudante do 5º termo de História da Unifesp

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s